In order to bring you the best possible user experience, this site uses Javascript. If you are seeing this message, it is likely that the Javascript option in your browser is disabled. For optimal viewing of this site, please ensure that Javascript is enabled for your browser. Detalhe


Detalhe

Ministério das Comunicações, Marinha e Oi inauguram com videoconferência sistema de telecomunicações em base da Antártica

Voltar
Rio de Janeiro, 20 de fevereiro de 2013 – O Ministério das Comunicações, a Marinha do Brasil e a Oi inauguraram hoje o funcionamento dos serviços de telecomunicações da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF). Em cerimônia realizada no Centro de Gerência de Rede da Oi, no Rio de Janeiro, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o diretor de Inovação e Novos Negócios da Oi, Pedro Ripper, e o diretor de Política Regulatória da Oi, Carlos Cidade, se conectaram por videoconferência ao comandante da Marinha do Brasil, Almirante-de-Esquadra Julio Soares de Moura Neto, que estava na base brasileira na Antártica. A companhia, presidida por José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha, retoma, assim, a prestação de serviços de telecomunicações no Continente Antártico.

A companhia iniciou em dezembro de 2012 os preparativos para a construção da nova infraestrutura de telecomunicações na EACF, após formalização de acordo de cooperação com a Marinha. Técnicos da Oi viajaram para a Antártica no dia 23 de janeiro e, em menos de um mês, implantaram uma infraestrutura de telecom especialmente adaptada para suportar as adversidades climáticas do local, como o vento e as baixas temperaturas. A presença da Oi na Antártica garante o fornecimento de serviços integrados de voz, dados, internet, telefonia móvel e solução para recepção de sinal de TV – serviços que já eram fornecidos à EACF desde 2006.

A Oi reconstruiu uma estação terrena de satélite para ligar a EACF à rede corporativa da Marinha, o que garante a conectividade dos militares e pesquisadores instalados na base e agilidade na comunicação com suas famílias, com a rede da Marinha e com demais centros de pesquisa e universidades em território brasileiro. Entre os novos equipamentos que foram fornecidos à base brasileira pela Oi estão antenas com sistema anticongelante, modems com sistema de chaveamento, roteadores, terminais para gerenciamento da estação, pressurizador e antenas de transmissão e recepção de sinais de telefonia móvel, além de 20 aparelhos de telefonia móvel disponibilizados para técnicos da Marinha e pesquisadores.

O convênio entre Oi e Marinha ainda prevê o treinamento e qualificação anuais das equipes militares para a operacionalização do sistema e a manutenção dos equipamentos de telecomunicações. Além disso, a Oi realizará revisão e manutenção preventiva dos equipamentos instalados na base da Antártica.

Estação Antártica Comandante Ferraz

A EACF foi inaugurada em fevereiro de 1984. Nesses 28 anos de existência, a base contribuiu para o desenvolvimento de um respeitado programa de pesquisas científicas, que permite ao Brasil estudar o impacto das mudanças ambientais globais na Antártica e suas consequências para o País e o mundo. Alterações como o aumento da temperatura da Terra (efeito estufa), o buraco na camada de ozônio e o aumento do nível dos oceanos são alguns dos fatores pesquisados na Antártica. Além da importância científica, a EACF dá ao Brasil direito a uma participação ativa na tomadas de decisões relativas ao futuro da região antártica.

Antes do incêndio, estavam em operação mais de 60 módulos, entre alojamentos, laboratórios, oficinas, sala de estar, enfermaria, cozinha, biblioteca, depósitos, sala de comunicações, um pequeno ginásio de esportes e um heliponto, perfazendo uma área construída de mais de 2600m².

Sobre a Oi

A Oi, empresa pioneira na prestação de serviços convergentes no país, oferece transmissão de voz local e de longa distância, telefonia móvel, banda larga e TV por assinatura. A Oi está presente em todo o território nacional. Em dezembro de 2012, a empresa possuía 74,3 milhões de Unidades Geradoras de Receitas (UGRs). Deste total, 46,3 milhões estavam no segmento Móvel Pessoal, 19,1 milhões no segmento Residencial, 9 milhões no segmento Empresarial/Corporativo e 727 mil Telefones de Utilidade Pública (TUP).

Pelo quinto ano consecutivo, a Oi integra o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&F Bovespa, refletindo o alto grau de comprometimento da companhia com a responsabilidade social e a adoção de práticas gerenciais sustentáveis. A companhia integra também, pelo terceiro ano consecutivo, a carteira do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) da BM&F Bovespa.



Logo Oi© Copyright 2000- Oi.com.br Todos os direitos reservados.